Migalhas da Copa

Jogador de seleção: atleta que recebe milhões de euros durante os campeonatos de futebol e adoece durante as copas do mundo.

– Futebol é patrocinador, o resto é curling.

– O maior adversário da seleção brasileira é a seleção brasileira.

– Brasil, o melhor do mundo em amistosos.

– Quando o sábio aponta para as estrelas, o Neymar olha para o dedo.

– Parçalhada: futebol praticado no Brasil durante a Era Neymar.

– E a dengue, a febre amarela, a chicungunha? Tiraram férias durante a Copa?

– Se os russos jogarem como seu serviço secreto, ganham todos os jogos, recebem a copa e ninguém fica nem sabendo.

– A KGB já extraiu tanta informação das seleções que, a partir de 2022, só a Rússia vencerá as Copas.

– Se o STF fosse a Copa da Rússia, toda decisão teria que ir para o árbitro de vídeo.

– Coisas em comum entre STF e futebol: são 11, têm torcidas organizadas, placar e os juízes roubam

– Quem joga futebol feito estátua merece bronze.

– Parece que a situação na Georgia, mesmo na Copa, continua russa.

– Juiz do STF que comete arbitrariedade devia virar árbitro de futebol.

– Copa do Mundo sem Itália é como Oktoberfest sem cerveja.

– Quem somos, de onde viemos e por que nunca sai figurinha brilhante pra mim no álbum da Copa?

– Que graça tem ganhar a Copa em julho se depois vamos ganhar o Bolsonaro em janeiro?

– Vivemos num tempo em que a educação física superou a educação moral.

– Ah, a incompletude brasileira…ganhamos a Copa, mas nunca ganharemos a cozinha, a sala, o quarto e o banheiro.

– O que não falta por aqui é bola, não é a toa que somos o país do futebol.

– Transar com prótese peniana é como jogar futebol sem as traves.

– Extrema direita ou esquerda no Brasil não funciona nem em futebol de várzea.

– Só há uma religião possível de ser ensinada em nossas escolas: o futebol.

– Descobri o porquê do nome Canarinho Pistola. É que ele vai dar um tiro na cabeça se o Brasil levar outro 7 X 1 nessa Copa.

– Por que se torce tanto pelo Brasil durante as Copas e fora delas não?

– Quatro coisas podem estragar 2018: o Brasil perder a Copa e as outras três são de menor importância.

– Tite: um modernista barroco.

– Brasil hexacampeão. Mas será que combinaram com os russos?

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Curta nossa página no Facebook e acompanhe as crônicas mais recentes.

Crônicas Recentes.