Rodrigo Fernandes

Crônicas publicadas no projeto.

Ressaca

Olha o rato! Nenhum francês, em qualquer parte o planeta, já estaria recuperado da ressaca de champagne pela conquista do bi-campeonato mundial quando o futebol brasileiro reabriu seus trabalhos. Os farelos das baguetes ainda estavam no chão e o odor de brie, roquefort e camembert continuava forte, misturado ao aroma do vinho nas taças não lavadas do domingo anterior. Antes a ressaca fosse nossa. Até porque o calendário esquizofrênico do

Leia Mais »

Schadenfreude!

O futebol é o esperanto que deu certo. E isso é lindo. Até porque alguns idiomas tem palavras e expressões intraduzíveis de forma direta ou compreensível para os outros países. Assim como “saudade” só existe no Brasil – com tradução aproximada, mas sem o sentido completo em outras línguas – no alemão também existe uma palavra com significado ainda mais proprietário e específico: “schadenfreude”. Poderia estar no cardápio: joelho de

Leia Mais »

O Arraial da Copa

Este lance, pouca gente viu ou ficou sabendo: com o fim da primeira rodada da Copa da Rússia, as seleções se juntaram e, por sugestão dos brasileiros, fizeram uma grande festa junina. O evento foi exclusivíssimo, só para as delegações e familiares. Nada de torcida, repórteres ou autoridades. Cada país contribuiu como pôde, levando comidas típicas ou organizando jogos e brincadeiras. O arraial estava completo, montado no gramado do Estádio

Leia Mais »

Árbitro de Vale a Pena Ver de Novo

Até o jogo Portugal x Espanha, pela primeira fase da Copa da Rússia, a principal e mais aguardada novidade anunciada para a competição ainda não havia entrado em campo: o Árbitro de Vídeo. E também nesta partida não entrou. Apesar do jogo quente e o insistente pedido por parte dos jogadores para que o juiz utilizasse a tecnologia, desenhando com os dois dedos indicadores um quadrado no ar, o juiz

Leia Mais »

Crônicas publicadas no projeto.

Ressaca

Olha o rato! Nenhum francês, em qualquer parte o planeta, já estaria recuperado da ressaca de champagne pela conquista do bi-campeonato mundial quando o futebol brasileiro reabriu seus trabalhos. Os farelos das baguetes ainda estavam no chão e o odor de brie, roquefort e camembert continuava forte, misturado ao aroma do vinho nas taças não lavadas do domingo anterior. Antes a ressaca fosse nossa. Até porque o calendário esquizofrênico do

Leia Mais »

Schadenfreude!

O futebol é o esperanto que deu certo. E isso é lindo. Até porque alguns idiomas tem palavras e expressões intraduzíveis de forma direta ou compreensível para os outros países. Assim como “saudade” só existe no Brasil – com tradução aproximada, mas sem o sentido completo em outras línguas – no alemão também existe uma palavra com significado ainda mais proprietário e específico: “schadenfreude”. Poderia estar no cardápio: joelho de

Leia Mais »

O Arraial da Copa

Este lance, pouca gente viu ou ficou sabendo: com o fim da primeira rodada da Copa da Rússia, as seleções se juntaram e, por sugestão dos brasileiros, fizeram uma grande festa junina. O evento foi exclusivíssimo, só para as delegações e familiares. Nada de torcida, repórteres ou autoridades. Cada país contribuiu como pôde, levando comidas típicas ou organizando jogos e brincadeiras. O arraial estava completo, montado no gramado do Estádio

Leia Mais »

Árbitro de Vale a Pena Ver de Novo

Até o jogo Portugal x Espanha, pela primeira fase da Copa da Rússia, a principal e mais aguardada novidade anunciada para a competição ainda não havia entrado em campo: o Árbitro de Vídeo. E também nesta partida não entrou. Apesar do jogo quente e o insistente pedido por parte dos jogadores para que o juiz utilizasse a tecnologia, desenhando com os dois dedos indicadores um quadrado no ar, o juiz

Leia Mais »